A importância da topografia para a Sustentabilidade

A construção civil é uma área muito abrangente. E uma das vertentes desse segmento, pouco falado, porém muito importante é a topografia.

E porque vamos falar sobre isso num blog que tem como foco principal a sustentabilidade?

Porque é usando a topografia que podemos destinar da melhor forma possível a utilização de um terreno. Podendo, inclusive, aproveitar as declividades e formas naturais desse terreno em benefício da construção.

Isso impacta muito na questão sustentável. Isso porque quanto mais você “agride” o solo mais prejudica a fauna e a flora do local, mais quanto mais equipamentos utilizar para, por exemplo, cavar a terra, mais próximo do lençol freático você estará e, caso venha a contaminar esse lençol poderá prejudicar uma faixa muito além da que cobre o seu terreno.

Enfim, acredito que já deu para perceber o quanto essa área é importante para a sustentabilidade né. Isso porque eu nem falei que usando bem as técnicas relativas a topografia é possível utilizar terrenos de diversas declividades sem prejudicar a paisagem natural do local.

Mas a intenção desse artigo é fazer jus a esses profissionais que trabalham com topografia. Mas não se enganem. Sem um bom curso de topografia que garanta esses profissionais, principalmente com relação a parte prática, é impossível conseguir essas façanhas.

Além disso, muito importante é que esses profissionais tenham em mente que a sustentabilidade é algo com o que devem se preocupar.

A preocupação em recuperar áreas degradadas está ligada a fatores como recomposição da paisagem, conservação de recursos hídricos, fixação e conservação da fauna e da flora, preservação das encostas, contenção da erosão, prevenção do assoreamento dos cursos d’água e cumprimento da legislação ambiental vigente, que está intimamente ligada a topografia.

Por isso, valorizamos muito esse profissional e esperamos que cada vez mais bons profissionais se especializem com os melhores cursos do mercado.

E, porque falar disso? Simples. Uma área mal analisada por um arquiteto e topografo pode degradar muito um determinado ambiente, causando danos que muitas vezes são irreparáveis.

Esses danos podem ser: degradação da vegetação nativa, poluição contínua de lençol freático, diminuição da fauna, maior poluição visual do ambiente, etc.

E todos eles, começam com uma analise topográfica detalhada.

Por isso resolvemos falar sobre esse assunto. Espero que tenham gostado. Até a próxima.